Precisamos rever as informações viciadas, antigas e insustentáveis que estamos repassando para nossos alunos nas instituições de ensino.

“…Uma vez profissionais, irão reproduzir esse modelo em suas empresas, nos órgãos públicos ou privados onde irão trabalhar. Aos arquitetos, engenheiros, gestores públicos, enfim, a todos e a cada um dos atores da vida pergunta-se: que planeta, que país, que cidade, que bairro, que edificação, que indivíduos irão gerar como resultado dessa formação e, conseqüentemente, dessa visão de mundo? Certamente, as respostas não estão nem no infinitamente grande, nem no infinitamente pequeno, isoladamente.
Mas, talvez, estejam em ambos, simultaneamente, assim como nos processos que os unem e na visão sistêmica de suas partes e funções. Talvez, após um longo período de análise, seja o momento de o homem, novamente, aprofundar a busca da síntese.

Miguel Aloysio Sattler – Porto Alegre – 2007

Este documento é de grande importância para Arquitetura Sustentável, “novas” opções de construção e ética do planeta.

Agradecemos ao professor Miguel Aloysio Sattler por autorizar a publicação deste trabalho…”

via HABITAÇÕES DE BAIXO CUSTO MAIS SUSTENTÁVEIS.

Share →

E ai? não vai falar nada?

nós podemos

...o mundo precisa de nossa criatividade individual... Você pode fazer a diferença apoiando isso!

CLIQUE AQUI para apoiar!
nós podemos ACORDAR eco br

nós podemos

agir sustentavelmente é uma escolha


Certifique-se
Fechar
%d blogueiros gostam disto: